quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Saudade


... e eis que assim, de repente, meio que de sobressalto, ela veio. Ela, que sempre anda ao meu lado. Aquela que chega sem aviso, que mesmo quando vai, está ali, escondidinha em um canto qualquer do corpo da gente. Saudade desgraçada de algo meio bom e meio ruim. Algo que não foi, mas não volta. Saudade de quando a saudade era menos complicada. Saudade de quando era só saudade e nada mais.

7 comentários:

b disse...

Eu me identifiquei com essa belezura que puseste aí.
Essa saudade, é saudade da gente mesma.
Mas, menina, já com essa saudade?
Então...segura a onda, porque esse tipo de saudade, como vc mesma colocou, é para sempre viu?

Amadora disse...

"saudades de quando a saudade era só saudade e nada mais.."
tenho mais algo a dizer?
muito bom.
beijão
um bom final de semana.

Michelle Castro disse...

Oi... obrigada pelas palavras de apoio no meu blog. É bom saber que nos entendem...
Aproveitando, de onde vc me conhece? Como chegou ao meu blog?
Abraços.
Michelle

disse...

Michelle, vi seu blog num 'linkado' meu, Eu brinco de rotativa (http://diasporico.blogspot.com/), do meu outro blog (http://hajahojeparatantoontem.blogspot.com), não lhe conheço não. Tenho cá minhas manias de fuçar o mundo bloguístico e gostei do que você escreveu. Espero que não tenha se importado...
Abraço

Amadora, obrigada! Bom finalzinho de domingo pra ti! Gosto quando passa por aqui...

B,
tô tentando segurar a onda, mas a saudade, ah, essa bendita (?) ainda me mata... rs

Nina Jessica disse...

A beleza dos olhos da alma:
Amei a nova cara do blog, chama muito a atenção, detalhado, lindo!

Michelle Castro disse...

Ahnnn, tá. Você conhece meu namorado. Tá explicado ;)
Abraços,
Michelle

disse...

Pois então, Michelle, li a estória do roubo no blog dele e vi que vc tb tinha postado sobre o assunto. Achei por bem comentar o fato no blog da usurpada, né? rs
Abraços e bem-vinda aqui quando quiser...